BPP: Serei eu contra o mundo

s u m m e r
E quando o mundo estiver disposto á te deixar pra baixo
Quando todos os dedos estiverem apontados á você
Quando a sua guarda abaixar
E quando todos te atacarem

Quando as ofensas lhe comerem vivo
Quando você pensar que está no fim da linha
Quando o céu não se abrir mais para você
E quando todos insistirem em dizer
Que não gostam mais de você

Quando você pensar que já chegou no limite
E pensar que está prestes a desistir
Quando as voltas do mundo parecerem tão lentas
E o dia, mais nublado

Eu estarei lá
A que vai tentar te fazer sorrir
A que deixar seu dia mais azul
A que vai tentar te deixar para cima
A que vai te ajudar a dar a volta por cima
Então, simplesmente sorria

Simplesmente seja quem você normalmente é
E não deixe nada mudar
O alguém que eu sempre protegerei
Porque quando o mundo estiver contra você
Serei eu contra o mundo

2 comentários:

  1. Eu li esse poema pensando em duas amizades minhas, mas principalmente em uma.. Nossa, é exatamente isso! E quando todos estiverem contra ela, eu estarei contra todos. E quando todos a fizerem chorar, eu vou limpar suas lágrimas. E quando todos fazer com que fique triste, eu farei com ela fique feliz. Nem que para isso eu precise me vestir de palhaça(mas não, pois ela, então vai só como exemplo), nem que eu tenha que falar mais merda que o normal.. Eu realmente gostei do poema!


    vitoriando.com

    ResponderExcluir
  2. Li pensando em algumas amigas, e fiquei triste. Pois me parece que mesmo que eu esteja lá, sempre com elas, elas não vão estar aqui comigo. É sempre assim, sempre foi. Acho que eu não tenho amizades verdadeiras, e por isso eu sempre fico mal ao ler esses textos.
    Mas, parabéns, é lindo o poema!

    brancadenev3.blogspot.com

    ResponderExcluir